quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Bobagens de mãe

Revirando os meus arquivos de fotos antigas das crianças, percebi que eu fiz muita bobagem com eles, querem ver?


Ah, que amor o Pedro no cesto... É de roupa limpa, viu?!


Que mania é essa de colocar a criança no cesto? Não vê que ele está infeliz com a idéia?


Colocar a menina semi-careca no tanque não foi suficiente, tinha que deixar botar o pano na boca...

Entendam: dá trabalho, mas a gente se diverte!

(Não precisa chamar correndo o Conselho Tutelar, a Manu está com uma fraldinha de boca literalmente na boca. Não é pano de limpeza sujo, relaxem!)

*****

Agora, chega de bobagem e vamos ao papo sério.

Agradeço imensamente aos comentários feitos no post de ontem. Foram considerações extremamente cuidadosas, respeitosas, carinhosas e preocupadas. Obrigada mesmo!

Como havia dito, a decisão já está tomada. Optar por uma coisa ou outra, nesse caso, é extremamente sofrido para mim. Pode parecer uma bobagem para muita gente, mas tenho uma relação especial e de afeto com a escola atual dos meus filhos, por isso tirar Manu de lá não é tão simples, mas vai ser assim... Manuela frequentará uma nova escola no ano que vem.

A decisão foi comunicada a ela, não perguntamos qual era a opinião ou a vontade da Manu sobre ficar ou não na escola. Acreditamos que, como pais, temos que ter a autoridade para resolver esse tipo de questão e transmiti-la de maneira segura a nossa filha de apenas 4 anos. No entanto, explicamos o motivo da decisão, que, para ela, foi suficiente dizer que todos os amigos mudariam de escola, ficariam apenas dois meninos, nenhuma outra menina. Manuzinha entendeu e aceitou, inclusive se animou com a idéia da escola nova, esteve lá duas vezes e adorou! Ufa!

Isso foi a explicação dada à Manu, uma criança. Para nós, pais e adultos, consideramos não apenas a questão dos amigos, mas também o fato de antecipar a adaptação ao ambiente, à turma e às professoras para um período de extrema importância que é a alfabetização. Seria muito ter que se adaptar, fazer novas amizades e ser alfabetizada ao mesmo tempo! Portanto, a mudança acontecerá no ano que vem.

Comentaram também o fato de uma classe com poucos alunos significar praticamente aulas particulares e atenção exclusiva da professora. Já pensei nisso, mas refletindo e consultando os meus universitários, entendi que mais do que aula particular, criança precisa de criança para poder trocar, aprender e se desenvolver! Ou seja, para a nossa família, quanto mais, melhor!

Considerei também trocar os meninos junto com a Manu já no ano que vem. Refleti novamente e entendi que a minha vontade era simplesmente por querer facilitar a minha vida, levando e buscando os três na mesma escola. Mas, para mim, quando falamos de educação dos filhos, facilitar a vida nesse sentido não é prioridade. Prioridade é a educação em si. Os meninos permanecem na escola atual, ficarei enlouquecida levando e buscando em lugares e em horários diferentes, mas na expectativa de que a turminha deles se mantenha até o final da educação infantil, para que terminem esse ciclo lá, como ressaltei a importância desse aspecto no post de ontem.

Ah, e para quem se preocupou, a escola é disputada sim, mas não no nível da missão impossível, consegui a vaga! E a Manu só me pediu para ficar lá com ela até que se acostume, disse que depois eu posso ir embora e ela fica lá sozinha. (Fofa e madura essa mocinha!)

*****

Que venha mais uma adaptação!

A todas as queridas, o meu muito obrigada!



Compartilhar

5 comentários:

Francine Barrionuevo disse...

Fico feliz que vc tenha tomado a sua decisão de maneira segura, principalmente passando essa segurança pra MAnu. Concordo com vc em tudo que disse e cada dia mais admiro a sua visão da maternidade.
Tenho certeza que tudo vai dar certo e a Manu vai se adaptar rapidinho.
Deixa eu te contar uma coisa quando engravidei do Felipe todo mundo achava que ia ser menina e o nome adivinha só ia ser Manuela.
Bjo grande

http://amaequeeuseiser.blogspot.com/

Natalia L. P. de Almeida disse...

será o máximo! boa sorte!

Carol Garcia disse...

Camilitcha,
a decisão mais sábia é aquela que tomamos com segurança e tranquilidade.
pra mim tbm é um deus nos acuda materno questões simples ou não como essa.
que bom que tudo está acertado.

bjocas
e ó, adorei as fotos.
minha sogra que tem mania de enfiar isaac nas coisas (lê-se malas, potes, baldes e afins) pra tirar foto.

Juliana Cidade disse...

Mais importante do que a decisão em si é a forma com que fazemos as coisas. Acho que vocês estão conduzindo super bem, vai dar tudo certo.
Bjs,
Ju.

Priscila, mãe do Imperador disse...

Amei as fotos! Fiquei lembrando de umas desse tipo que minha mãe tirou, depois que agente cresce é o máximo vê-las! Em relação a decisão (ontem não comentei pq minha experiência não permitiu)desejo muita alegria e conquistas nessa nova fase da Manu! Beijos

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs