segunda-feira, 17 de maio de 2010

Amiguinhas


Eu adoro morar em São Paulo, num lugar com cara e jeito de bairro do interior, sabe?

Todo mundo sabe o que acontece, de bom e ruim, desde o assalto na pracinha, até a inauguração do supermercado, das lojas e de novos serviços para os moradores.

As pessoas se encontram, cruzam olhares e se reconhecem, pois todas freqüentam o mesmo cabeleireiro, padaria, lavanderia, academia, pet shop, papelaria e livraria.

Bom, como fico na função das crianças e praticamente fiz a minha vida por aqui, escolhemos matriculá-las na escola do bairro. Não por ser simplesmente a escola do bairro, que me consome um minuto e meio de carro para levar e buscar os meus filhos diariamente, mas também por ser muito boa, ter mais de 30 anos de existência e bastante reconhecimento. Pena que só tenha educação infantil, mas tudo bem, fico muito tranqüila e satisfeita em saber que estou oferecendo essa oportunidade que cabe tão bem a nós e aos nossos filhos. Principalmente enquanto eles são pequenos e totalmente em formação nos diversos aspectos de suas vidinhas.

Tudo isso para contar que as nossas escolhas de onde morar e de escola para as crianças vêm trazendo coisas muito legais, ainda mais para uma cidade como São Paulo, em que as opções, muitas vezes, parecem se resumir aos shoppings.

Direto ao ponto: a Manu, que já está maiorzinha e mais mocinha, começou a falar em trazer as amigas em casa para brincar, o tipo de programa que eu apoio e incentivo com todas as minhas forças. Então, pedi para a professora me mandar os telefones dos amigos da classe. Novamente, morando em São Paulo, ninguém “libera” o telefone com tanta facilidade. A desconfiança e o medo sempre falam mais alto.

A professora sugeriu que eu mandasse o telefone aos amiguinhos da Manu e então quem quisesse poderia entrar em contato e combinar alguma coisa.

Assim foi feito.

E a Manu recebeu, no celular da mamãe, 2 ligações de mães das amigas, para conversar, conhecer e combinar o “playdate”. Fiquei super, super feliz! Além de pensar que eu de fato estava proporcionando algo muito legal e divertido à minha filha, que eu fazia quando criança e adorava, a sensação de vê-la querida pelos outros é deliciosa.

Sim, os filhos são nossos eternos bebês, mas devemos lembrar de criá-los para o mundo, sendo ele assustador diante da ingenuidade dos pequenos, mas também muito gostoso em tantas outras coisas.

E lá foi ela, a minha mocinha, brincar na casa da amiga na sexta feira de manhã.

Acordou e foi. Mamãe levou, claro!

Ela quis ficar para o almoço e foram juntas para a escola à tarde. Claro também que, ao deixar os meninos na escola no mesmo dia, entrei lá, dei uma espiadinha e um beijinho na mocinha. Só checando, estava inteira, sorridente e felizinha. (Mais uma vantagem da escola do bairro: a gente entra e sai a hora que quer, todo mundo conhece todas as crianças e os seus pais. Nada paga isso!).

No sábado de manhã, lá fomos nós de novo na casa de outra amiga. Dessa vez, fui junto, a mãe convidou e, com toda razão, queria me conhecer e saber quem éramos, se poderia ficar tranqüila em mandar a filha para brincar na nossa casa. Certíssima! E uma graça de mãe!

Quarta feira vou receber essa amiguinha aqui em casa. Vou correr lá no supermercado, feliz da vida, comprar tudo de que ela me contou que gosta, para que a visita seja completa.

Tem melhor do que ser criança e brincar? Com os amigos da escola? E que ainda são praticamente nossos vizinhos???

Compartilhar

2 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Não tem coisa melhor, né? Eu também adoro e sou das que pede e-mail e telefones dos pais, levo para brincar cm os amigos e estou louca para combinar um dia com os colegas aqui em casa, embora eu more em apartamento.
Beijos

Chris Ferreira disse...

Eu adoro quando as minhas filhas trazem as amigas para brincar aqui em casa. Também faço as comidinhas preferidas, os lanchinhos preferidos, as sobremesas preferidas.
No nosso prédio tem muita criança então além dos amiguinhos da escola, elas trazem algumas amigas do prédio também.
Não tem coisa melhor.
beijos
Chris

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs