sábado, 15 de maio de 2010

A Festa


(Acho que eu vou conseguir sair do assunto doença e partir para um outro. Ufa! Parece que está tudo bem, criançada a mil por hora, se alimentando e indo para a escola.)

*****

Essa semana comecei a pensar na festinha das crianças. Quer dizer, já venho pensando nisso há muito tempo, mas comecei a ver as coisas agora. Resolvemos fazer uma festa para os 3, já que a Manu é do final de junho e os meninos da metade de agosto. Não são nem 2 meses e eles ainda não vão me cobrar ou me crucificar por isso, né? Então, ainda sendo possível fazer uma única festa, vou aproveitar a proximidade das datas e comemorar junto.

Bom, daí começamos a planejar, fazer lista de convidados e pensei que já tinha visto aquele filme antes... Lembrei do meu casamento e de outros que eu acompanhei os preparativos e a organização.

A lista é um escândalo!! E não dá para cortar. Diferente de um casamento, eu não vou convidar “conhecidos”, “clientes”, “pessoas com quem precisamos fazer média”, não, não, só a nossa família, os nossos melhores amigos queridos, amiguinhos da escola e alguns outros já preenchem uma folha inteira. Frente e verso. Não tem possibilidade de corte. Família grande e filhos queridos, únicos netos e sobrinhos (aqui o tom é de metida, couldn´t help it!). Fazer o que?

Bom, olhei, analisei, imaginei e viajei no meu salão de festas. Difícil conseguir tudo isso em um espaço tão pequeno, sem mesas e cadeiras, daí já botei na lista: alugar mesas e cadeiras. O espaço externo é legal, poderíamos aproveitar super, mas e se chover? Item 2 da lista: cobertura???

Depois das listas de convidados e de providências, logística e organização, desisti. Resolvi sair à caça dos maravilhosos buffets infantis. Espero que quem os inventou, tenha patenteado, porque a idéia é boa, prática e fácil. (Nem tão barato, porém... mas pagar o sossego, a tranqüilidade e a falta de tempo para determinadas coisas, não tem preço!).

Iniciei a peregrinação aos buffets, utilizando o critério de proximidade. Ah! É necessário sim utilizar um critério de procura e eliminação. Porque? Joga “buffet infantil” no Google. Ta aí o porque.

Me lembrei de novo dos casamentos. Os buffets oferecem pacotes fechados, você escolhe as coisas a partir de várias opções oferecidas por eles, desde comida (salgadinhos? Jantar? Almoço? Café da manhã?),bebidas alcoólicas ou não, docinhos, decoração (padrão ou upgrade?), atrações tipo teatrinhos, monitores, cabelereiro, camarim, lembrancinhas, convites, degustações (!!!), manobristas (quando incluídos!), faxineiras, copeiras, cafezinho, licorzinho na saída, chuva de balões na hora do parabéns.

Enfim, é um sem fim de escolhas, opções e fornecedores. Ainda não indicam estilistas para as noivas mirins, ops!, aniversariantes e seus pais. Mas, ok, tô adorando, me divertindo e viva os buffets!! Só uma dica para os proprietários desses estabelecimentos: áreas abertas e arejadas são fundamentais, porque o cheiro de fritura de uma festinha infantil beira a insalubridade e isso não dá! Um a menos na minha lista!!!

Compartilhar

8 comentários:

Paula Dreger disse...

Oi Camila,
Planejar a festa é sempre uma delícia para mim. A festa da Bel de 1 ano foi planejada desde que ela tinha uns 8 meses. Confesso que algumas coisas que eu planejei e contratei não aconteceram (mas só percebi isso depois).
No próximo ano vou ter que pensar melhor como farei pois acho que precisaremos de um espaço maior para um pouco de recreação.
Sem falar que agora farei algumas coisas diferentes. Nada como um pouco de experiência.
Me conta o que você escolher. É sempre bom saber as dicas!
Um beijo e boa sorte.

Mamma Mini disse...

Sei bem o que é isso, meu filho acabou de fazer 2 anos e fizemos festinha, só de família e amigos MUITO íntimos com filhos haviam 50 adultos e 20 crianças...rs,contamos com a sorte do tempo porque fizemos na nossa casa de campo ao ar livre, mas foi muito arriscado... no final de tudo super certo, eu gosto de festa com cara de festa de antigamente e chamei as meninas do de ponta cabeça pra decora, levamos toda a infra, foi um trampo... ano que vem quero algo mais prático, mas preparar tudo é a parte mais gostosa, e ver a carinha deles na fstinha aproveitando, claro...rs beijos boa sorte

Cô disse...

Cá, sumi por uns tempos do MTO (olha como fica a abreviação do seu blog!!Deve ser pq fica mto mto mto ocupada MESMO!). Estava eu com uma tal virose, que espero não ser a tal noroajushdahsduvirose!!! Mas tá passando e voltei! Já li tudo e amei.. e aguardo o convite da festa! ahhahahhaha...
PS: se nessa lista de mil páginas não tiver escrito tia Cô... a coisa tá séria!
Beijosss!!!

Chris Ferreira disse...

A festinha da Sofia também está próxima mas como já fiz 10 festas para a Ana Luiza e essa será a 5a da Sofia, ou seja, 15a festa de aniversário que eu faço já estou mais tranquila, já sei qual vai ser a casa de festa, já tenho uma lista dos anos anteriores onde vou só fazendo algumas alterações.
Mas é uma delícia essa curtição, né?
Você já escolheu o tema? A Sofia escolheu Pequena Sereia, tema que a Ana Luiza escolheu para a festa de 3 anos.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Camila disse...

Nossa, quantas dicas e comentários legais, adorei!
Quanto ao tema, preciso pensar em um que seja legal para menina e menino, tem algumas opções legais, mas ainda não resolvi.
O que eu resolvi mesmo é adotar a sigla sugerida pela Cô: MTO para o Mamãe Tá Ocupada!!!
Obrigada, amiga!!

Carol Garcia disse...

Camilita!!!
bom, só tenho uma festa de aniversário na bagagem, mas todos os porquês e poréns já ganharam um post lá no "viajando".
Ufa...
mas é uma delícia, e chegar em casa depois da festa com aquele S de Supermama no peito não tem preço.
já estou cutucando os detalhes da próxima festinha do Isaac.
temos em comum a enooorme lista e não tem jeito. O jogo de cintura que os buffets oferecem são tu-do!
ah! dica pro tema? um desenho animado ou programa que eles assitam em comum. vai ajudar bem!
bjocas
carol
viajandonamaternidade.blogspot.com

Fabi disse...

Buffet realmente é muito mais prático, mas tem os seus inconvenientes, além do preço claro.
A maioria deles tem mania de fazer uma algazarra na hora do parabéns que eu não gosto.
Também acho muito impessoal, mas é como vc disse, quando a gente pensa em tudo que tem preparar, se for fazer por conta própria, a gente acaba se rendendo aos buffets.
Bjocas

Thá disse...

Camila, tudo bem? Conheci seu blog ontem e hj já estou aqui comentando...acabei de passar por essa "crise" e tb decidi que os buffets são a melhor opção já que gastaria a mesma coisa pra fazer o evento em casa e ainda teria todo o trabalho do pós-festa, né? Se quiser dicas, avise que ainda estou "tinindo"...Beijos

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs