sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Falando de... FIMOSE!!!!

A maternidade chega na vida das pessoas com uma bagagem surpresa. Tem coisa que vem lá dentro que é melhor do que o melhor presente do mundo, outras são verdadeiras incógnitas, te põem para pensar e chorar e algumas você nem sabe para que servem ou como usar. Eu diria que a bagagem da maternidade é uma mistura de mala de presentes na volta da Disney com um cavalo de Tróia.

Eu venho de uma família feminina em sua maioria, portanto ter tido dois menininhos gêmeos, algumas vezes, é o equivalente à “surpresa” de cavalos de Tróia diários.

Determinadas coisas são bem mais fáceis, por exemplo as brincadeiras de moleques, os personagens, super-heróis, isso a gente aprende fácil. O que nunca ninguém me avisou ou me ensinou é que eu deveria saber cuidar dos pipizinhos dos meus filhos.

(Confesso que escrever esse post é bem constrangedor, mas tenho um certo receio dos resultados de uma pesquisa no Google, então deixo aqui toda a minha ignorância no assunto – vocês perceberão! – e peço ajuda às leitoras universitárias!).

O básico do básico do resumo do resumo é que os menininhos nascem com uma pele que envolve e “encapa” a cabeça do pipi, também conhecida como glande. Algumas culturas e religiões têm, por tradição, cortar essa pele logo que o menino nasce, ou alguns dias depois, coisa que eu não fiz com os meus filhos. Então, a evolução natural esperada é que essa pele tenha a “mobilidade” adequada para abaixar e expor a glande para o que for necessário.

Os maridos costumam entender bastante desse assunto, ainda bem! E, durante um momento de banho, Maridinho percebeu que a tal da pele não estava abaixando. Corri na pediatra com os meus meninos, para que tivessem seus pipizinhos examinados. A conclusão diagnóstica foi nem 8 ou 80 e a Doutora receitou uma pomadinha para ser usada diariamente durante o período de 1 mês.

A pomada está em ação há quase 20 dias, não sei avaliar se houve melhora ou não, mas o combinado, no retorno da consulta é, se não melhorar, precisarei ver um cirurgião de pipis.

Então, prazer! Vocês estão diante de uma mãe surtada com essa possibilidade! Já imaginei o Joaquim e o Pedro com aquela roupinha de hospital que deixa o bumbum de fora, sedados em um centro cirúrgico gelado e friamente iluminado. Já combinei com o meu marido que faço o que for necessário para estar presente durante a cirurgia, nem que isso me custe 1 milhão de dólares!!!

Já imaginei o pós-operatório e os dias de internação, o pior dos meus mais recentes pesadelos!

Daí, resolvi escrever esse post constrangedor e pedir ajuda a vocês. O assunto não é comum ou recorrente nas minhas leituras, mas tenho certeza de que alguém vai poder me ajudar e contar a própria experiência.

Como é a cirurgia? Procedimento simples e rápido? Ou complicado e demorado? Precisa de anestesia geral ou só local e sedativo? Hospital ou clínica? Com internação ou sai no mesmo dia? Pós-operatório muito dolorido?

Help???

*****

Assunto cascudo às vésperas do Carnaval, não? Então, para aliviar, convido todos os leitores a curtir a página do Mamãe Tá Ocupada!!! no Facebook. Vejam só, o nome é tão complexo, assim como o blog e o seu conteúdo que nem o próprio Facebook aceitou as complexidades do título e ficou Mamãe Tá Ocupada mesmo, sem as minhas amadas e expressivas três exclamações. Perdeu um pouco do charme, mas a gente perdoa o Mark, não é?

Curtir a página é só um primeiro passo, pois na Quarta Feira de Cinzas esse blog terá uma carinha completamente diferente e uma novidade que vai ajudar e tirar dúvidas de muitas mães e pais de primeira, segunda, terceira e quantas viagens quiserem, independente das idades dos filhotes.

Aguardem e voltem, ok? Bom feriado para quem não curte Carnaval e muito juízo para quem for cair na folia!



Compartilhar

31 comentários:

Anna disse...

Camilla,

também sou mãe de dois menininhos.

No primeiro, tudo ok. No segundo também nos deparamos com essa pelinha na glande.

E veja a coincidência: também começamos com a tal da pomadinha ontem.

Antes de falar em procedimento cirúrgico, sobre como é ou não é, tente se acalmar e esperar.

Segundo a pediatra das crianças a pomada costuma ser muito eficiente e são bem poucos os casos onde é necessário intervir.

Vamos rezar pra que nossos meninos se resolvam só com a pomada e massagem!

Vou te atualizando dos resultados por aqui. Você me conta daí também? ;-)

beijos

Lu disse...

Oi Camila!
Meu filho operou fimose com 2 anos, e menino por si só já é dramático!
O que o médico me orientou foi que quanto mais cedo melhor, a do meu filho foi com anel para segurar a pele e foi tranquilo, a pomada usada no pós operatório é anestésica e ajuda muito.
É uma cirurgia super rápida e segura, é claro que há uma série de exames para assegurar.
Meu filho se recuperou super rápido e eu recomendo, devido a higiene e a vida adulta depois.
beijo!
Já curti lá no FB.

Nivea Sorensen disse...

Camila,
Estou no mesmo barco. Meu menino tem 10 meses e quem percebeu o problema com a tal da pele foi uma enfermeira que recomendou que um medico olhasse. Qdo fomos ao Brasil fui ao um pediatra que confirmou o problema e receitou uma pomada também. Voltamos a Irlanda, onde moramos, a pomada já acabou e não fez muita diferença. Por aqui a médica disse que se ele não tem problema para urinar, não tem pq se preocupar.
Não sei o que fazer.
Um beijo

Bruna Dofen disse...

Camila,
meu marido fez essa cirurgia quando era criança... minha sogra conta que a cirurgia é simples e rápida mas o pós operatório é um pouco dolorido, ela disse que ele reclamava bastante... mas o pior mesmo é fazer o menino ficar de repouso...
Mas não pense nisso agora... use a pomada e vamos torcer para que não necessite de cirurgia.

PS: eu sou mãe de menina mas esse assunto me interessa caso venha um menino por aí daqui a um tempo... eu ficou imaginando se tem como optar pela cirurgia logo nos primeiros meses de vida... te tiver acho q eu pediria pra fazer logo...

Anônimo disse...

Oi Camila!

Também tenho essas dúvidas e medo, muito medo se for preciso cirurgia. O Arthur tem 2 anos e 10 meses, o pediatra disse que se ele faz xixi sem problema e está sempre "limpo" (dentro do que é possível limpar o pipi), por enquanto não vamos nos preocupar (mas eu me preocupo...). Dizem que entre os 3 e 4 anos sai naturalmente... Também não sei o que fazer...Vou acompanhar.

Um coisa que sempre tive curiosade, mas sei q não tem a ver com o assunto. Pq não gosta q teus filhotes vejam Chaves?

beijão
Vanessa

Carolina disse...

Putz esse assunto para quem é menina é complicado. O Bruno está em vias de fazer a cirurgia também e o maridão me culpa, pois acha que eu não cuido direito do pipi do Bruno. Pô mas o homem é ele! Eu faço o meu melhor mas será que a culpa é minha mesmo? Só de pensar no pós-operatorio eu tenho calafrios!!! Mas vamos torcer para tudo dar certo né? Bjs

Rô! - @robertarez disse...

Sou mãe de menino, mas o meu pequeno tem só 4 meses e acredita que esse assunto já deu pano para manga?
Por aqui ainda tem aquela cultura de que é preciso puxar, uma pediatra que ele foi puxou com força e de uma vez e ele chorou. Depois ficou machucadinho, levamos em outra que disse que não era para puxar. Enfim, confuso. Acabei decidindo por mim que não ia puxar, pq eu fico tão desesperada que isso não pode ser o normal.

Mas acabei procurando sobre o assunto e descobri que é normal, todos os meninos têm e vai saindo naturalmente. Só começa a ser um problema mais tarde, caso não saia.
Normalmente, se não sair, acaba saindo quando eles chegam naquela idade de conhecer o próprio corpo, sabe?

Alguns médicos indicam que até os 2 anos é problema, outros que não tem limite, só é um problema se incomodar.

Enfim, pesquisa bastante antes da cirurgia, porque pode ser desnecessária.

Andréa Boldrim disse...

Camilla,

Desde q o Lucas tinha 2 anos já sabíamos q ele provavelmente precisaria operar a fimose por conta do excesso de pele.

Resolvemos esperar até os 5 anos pq a pediatra dele nos disse que ele entenderia mais o que estava acontecendo e, como ele não teve nenhum episódio de infecção urinária, não teria problemas em esperar.

Visitamos SEIS cirurgiões até nos decidirmos e hoje temos certeza que fizemos a melhor escolha, tanto do cirurgião como da decisão de operar ( pq todos foram enfáticos em dizer q a cirurgia era opcional, que facilitaria a vida dele, mas não era imprescindível!).

Nós explicamos tudo q seria feito ao Lucas e, no dia da cirurgia, ele foi ao hospital sabendo tudo que aconteceria, passo a passo, dentro do que ele poderia entender, é claro! Ficamos chocados pois, no mesmo dia que ele operou, um outro garotinho tb fez a cirurgia, só q a mãe não contou nada do q iria acontecer e ele achou q aquele prédio imenso que estávamos era um shopping. Lógico q qdo ele acordou da anestesia, ficou desesperado, gritando que tinham cortado o pinto dele fora!

Lucas foi pro centro cirúrgico sob o efeito de um comprimido que o deixou grogue e engraçadíssimo! Por conta das toucas azuis, ele cismou que eu e todas as enfermeiras tínhamos pintado o cabelo de azul e achou estranhíssima essa nova moda!! hahaha.

A cirurgia demorou exatos 40 minutos e ele foi direto para a recuperação, uma espécie de semi-intensiva, só por precaução. Pude ficar com ele até ele meio q acordar e tirar o tubo (tb usado por precaução, já que a anestesia é geral - inalatória - de curta duração). Assim que tiraram o tubo e ele voltou a dormir, descemos pro quarto e ele foi acordar umas 4 horas depois, às 15:00hs, o que não é muito comum, já q a maioria das crianças acorda cerca de 1 hora depois. Mas o médico disse que estava tudo tranquilo, que se ele estava dormindo era até melhor pra que as primeiras horas mais incômodas passassem.

Ele acordou super disposto e quiz ver seu pipi imediatamente. O enfermeiro tirou a gaze e o bicho realmente estava feio, inchado e vermelho, mas tudo dentro do esperado. Ele fez xixi, almoçou e fomos liberados do hospital às 17:00h. Em casa, os cuidados eram lavar 5 vezes ao dia com soro fisiológico ou a cada xixi, além do curativo com uma gaze que não gruda, untada de uma pomada específica pra recuperação. Ele reclamou um pouco nos dois primeiros dias, mas em 10 dias o pipi já estava praticamente recuperado.

O médico quiz vê-lo no dia seguinte e a cada dois dias nesses primeiros 10 dias, pra acompanhar. Foi tudo tranquilo, sem traumas nenhum e hoje ele está feliz da vida com seu "pipi novo", como ele chama. Recomendo muito!
Desculpa o texto enorme, mas quiz deixar vc o mais tranquila possível!
bjs

Andréa

Paula disse...

Camila eu tbm vivo preocupada com essa questao. Ja machuquei o pipizinho do meu filho 2 vezes por puxar demais. Marido diz q o menino vai ficar defeituoso por minha causa, mas eu sinceramente me sinto igual q vc. Nao sei se esta bom ou se ta ruim e aqui na Costa Rica onde moro nós temos quase q nenhum aorientacao, ou seja estou acompanhando esse post pra ver q conclusao eu tiro do assuanto.
Beijos e bom carnaval!

Carol Garcia disse...

Camilitcha querida...

ISaac operou a fimose com menos de 25 meses de idade. e não foi questão religiosa. na semana em que operaria suas 3 hernias, a fimose infeccionou, assim, a pediatra indicou que já operássemos tudo, num pacotão.

como ele era pequeno, quem sentiu mesmo foi a gente. ele não sofreu nem nada. a recuperação foi super simples sem estress.
Isaac tomou anestesia geral pq ia operar mais coisas, então não sei te dizer se só no caso da fimose é assim tbm.

temos um casal de amigos mais que íntimos, cujo filho fez cirurgia da fimose com 4 anos de idade. e uma semana depois da cirurgia me vi dando banho nele pois havia passado o dia na piscina com Isaac. eu fiquei morta de medo, lógico, e ele me deu uma lição: "tia, precisa abrir assim pra lavar, deixa que eu lavo (só faltou o "sua cagona!")"
e ele mesmo fez a higiene pipizística sem dramas.

pois bem... as duas experiências super próximas com fimose que tive foram bem tranquilas.
vai dar tudo certo por aí, viu?
se precisar de alguma coisa é só gritar

bjocas

Juliana Ramos disse...

Tenho dois casos diferentes. O mais velho nunca teve problemas com sua pelinha.

O sanduiche teve que fazer uma cirurgia aos dois anos que englobava 2 coisas. Hidrocele (liquido envolvendo o escroto) e uma hérnia no umbigo. A cirurgiã aproveitou para soltar a pelinha que atrapalhava a ida e vinda do piu piu. (não chegou a ser uma fimose, a pele ainda está lá)

Pirei DEMAIS antes. Mas te digo com TODA certeza desse mundo: é tranquilo...

O Luca não dormiu nem uma noite no hospital. Meu pai foi visitá-lo e falava bem alto de propósito para ele acordar depois da anestesia (coisa de português) e ele acordou sorrindo, pulou da cama e foi fazer xixi no banheiro!

Se for o caso dos meninos fazerem alguma intervenção cirúrgica, a única coisa que eu te aconselho é implorar para deixarem vc ficar com eles até a anestesia fazer efeito. Eu não pude e foi HORRÍVEL!!! (vale até um post)

Beijão e bom carnaval!!!

Ana Artigas disse...

Camila,

Eu também tenho gêmeos eles estão com 3 anos e no ano passado usamos a pomada duarnte dois meses seguidos, e deu super certo nada de fimose em nenhum dos dois, por isso fique tranquila essa pomada é muito boa, com certeza vai funcionar!
Bjos
Ana

Gabi disse...

Cá, minha concu passou essa pomadinha no Dudu, e em menos de 1 mês resolveu, mas ela agora que vai fazer 2 anos, não sei se influencia a idade!
Força na pomada, bastante massagem no pipi e esquece a cirurgia!
Beijos
Gabi

Elaina disse...

Oi Camila.

Tenho 2 meninos e os 2 fizeram essa cirurgia. E foi antes do 1º aniversário. O Davi tinha 10 meses e o Daniel 11 meses.

A cirurgia em si é tranquila, dura em média 30/40 minutos e o pós operatório vai depender E MUITO do limiar de dor dos seus filhos.

Pra vc ter uma idéia, o Davi além da fimose teve que operar o saquinho tb, pq os testículos dele eram muito altos e tiveram que ser reposicionados no saquinho. Palavras do meu marido: - Isso deve doer muito! Porém o Davi nunca reclamou de dor, saiu chorando do centro cirúrgico, mas era de fome! Coloquei ele no peito e parou de chorar na hora. não reclamou mais.

Já o Daniel saiu chorando do centro cirúrgico (ele sim só fez a fimose) e não parou a tarde toda! Deu muita dó…só parou qdo o deixei sem fralda…(imagina os estragos com os xixis). Mas foi só no 1º dia. Depois em casa também foi bem tranquilo.

Se vc quiser lhe passo o contato da cirurgiã que fez a cirurgia dos meninos. Ela é sensacional, é cirurgiã do Einstein e é maravilhosa com crianças e uma excelente médica (sou MUITO chata com relação aos médicos dos meninos). É de minha inteira confiança.

Mas não se preocupe. Se tiver que fazer é melhor fazer o quanto antes, pois além de ser mais fácil de vc cuidar, pra eles será melhor tb qdo crescerem para fazer a higiene deles…


Bjos

Elaina Furlan
http://www.vidademae.net/

Talita disse...

Também estou usando pomada no meu de 21 meses. Usamos 1 mes, descansamos um mes. Já melhorou muito, mas ainda tem um lado preso. Eu acho mais bonito e higiênico cortado, mas ao mesmo tempo também não queria que ele passasse por uma cirurgia tão pequenininho.
Boa sorte com a pomada!

Catia, mamãe do Gui disse...

Temos um menino de 2 anos em casa. Desde os dez meses o pediatra dele achoua fimose fechada... (e eu com cara de paisagem pensando o que é isso???)
Nos explicou que geralmente abre naturalmente, mas que a massagem no banho ajudaria. Faziamos a tal massagem, (geralmente empurrava pro pai, pois eu tinha medo de machucar) e tava indo relativamente bem. Mas o Gui passou a tomar banho de chuveiro e a massagem parou de ser feita.
Há umas duas semanas, notei numa troca de fraldas que tava vermelhinha a pontinha... Pedi pro Ale olhar e ele me disse que tava bem fechada de novo... Não levei no pediatra ainda, pois recomeçamos a massagem todos os dias e parece estar abrindo novamente.
Sobre a pomada, no caso do Gui o pediatra nos disse em uma das consultas que por enquanto não seria necessario, geralmente ele recomenda apenas após 3 anos caso não abra.
O Gui fez uma cirurgia na lingua em outubro do ano passado e cheguei a comentar com o cirurgião sobre a fimose (se por acaso ele operaria). Ele foi enfático em nos dizer que ele só opera por volta de 5 a 6 anos, devido a grande chance de ela abrir naturalmente junto com alguma ereção que costuma acontecer por esse período... Estamos esperando então... Mas to acompanhando de olhos BEM abertos...
Muito boa tua proposta, não lembro de ter lido em nenhum blog sobre isso...

Juliani disse...

Camila,
Também sou de uma família de maioria assustadora de mulheres, e sou mãe de um príncipe de 11 meses.
Logo na primeira consulta com pediatra ela aconselhou fazer uma massagem na hora do banho, em poucos dias a pelezinha abaixou, no banho mesmo eu lavo o pipi e tudo certo.
Eu tenho uma sobrinha e troquei muitas fraldas dela, confesso que acho mais fácil cuidar de "pipi" do que de "perereca" pq sempre que ele fazia cocô morria de medo de deixar alguma coisa na perereca.
Sobre a cirurgia, quando meu filho operou o coração (ele é cardiopata) tinha bastante pacientes operando fimose, a cirurgia é bem simples.

Beijos

Lu Azevedo disse...

Ei minha flor, infelizmente também não entendo nadica de nada do assunto. Aqui não fizemos circuncisao no Nic e até hoje parece tudo bem. Já ouvi falar que o uso da pomada requer tempo, e aqui no canada por exemplo, nem a pomada recomendam, pro caso da criança não sentir dor e fazer xixi normalmente.

Meu marido só fez essa cirurgia depois de grande e acha que foi muito melhor assim.

Boa sorte, viu? E no mais muito obrigada pelo carinhoso comentário no blog. Adorei!

Beijos,

Lu

Celi disse...

Realmente essas coisas preocupam e muito. Camila conheço histórias de crianças que passaram pela cirurgia e que deu tudo certo. Uma cirurgia simples e rápida. Agora, usei a pomada no Felipe e deu certo também, nem precisou fazer a cirurgia.
Espero que resolva o uso da pomada. Melhor seria...
Beijos

Anônimo disse...

Oi Camila sempre leio seu blog, mas hj resolvi escrever pq entendo um tiquinho do assunto. Sou judia, e todo neném judeu que nasce deve-se fazer a circuncisão com 8 dias de vida. Meu 1o filho nasceu menino e assim fizemos (para nós é algo muito normal). Recém nascido não sente nada. Nem anestesia toma (só pomadinha anestésica mesmo) e a recuperação é muito boa.. Em uma semana estava tudo ótimo. Os médicos aconselham a fazer a operação de fimose na criança cada vez mais cedo (caso seja realmente necessário). Se quiser, posso te indicar um médico maravilhoso que faz. Pior foi meu marido que teve que fazer já adulto.. aí não recomendo pra ninguém pq é uma cirurgia bem mais delicada, muito diferente de quando é feita em crianças. mas já conheci meninos que fizeram com 2, 3 anos e tudo foi muito bem.. Caso seja ese o procedimento, fica tranquila porque dará tudo certo. Se tiver qualquer dúvida pode me mandar e-mail, ok?/ Beijo grande, Monica (monicawaks@hotmail.com)

Mamma Mini disse...

Querida os meus foram circuncizados um no hospital no 2 dia de vida e outro no 8 dia em uma cerimonia... O q posso t dizer é q a cicatrização é muito rápida e depois fica lindo e muito higiênico. Se precisar me pede tenho o tel de 2 cirurgiões infantis maravilhosos!!!!! Boa sorte amiga / meu irmão operou c 5 anos e ficou tudo bem! Bjo

Amanda disse...

Oi Camila!
Tenho dois meninos, o mais velho já tem 2 aninhos e meio, e tb estávamos nessa situação de ter ou não que operar, a nossa pediatra, sempre deixou muito claro que não eramos pra forçar nada, pelo contrário, pois puxar de vez a pele pra trás pode fazer com que ela tranque atrás da cabecinha e ai sim só levando pra um hospital mesmo pra resolver, eu levei ele num cirurgião q me aconselhou a esperar mais um tempo e por sorte de tanto ele brincar com o pipi dele principalmente agora que está sem fralda ele mesmo, puxou a pele pra trás, e me chamou pra mostrar q tinha um buraquinho lá, fiquei super feliz. Já o meu 2 filho q hoje esta com 7 meses, nasceu com Hipospádia (acho q se escreve assim) que é um defeitinho na uretra, e ele fez cirurgia de correção no inicio do mês e graças a Deus ocorreu tudo bem, o pós operatório foi muito mais tranquilo que eu imaginei, mesmo tendo q usar sonda por alguns dias. Tenho certeza q se a pomadinha não resolver o probleminha do Joaquim e do Pedro, e eles precisarem fazer a cirurgia, vc vai tirar de letra, e sobre a sua vontade de ficar com eles durante a cirurgia, eu tb pedi isso ao médico e pude ficar com meu filhote até ele estar anestesiado e assim q a cirurgia terminou, me chamaram pra ficar com ele pra ele me ver assim q acordasse. Cheguei a conclusão que quem mais sofreu com tudo foi eu, mas ser mãe é assim mesmo. Bjus querida, amo o seu Blog.

Liliane Arend disse...

Ops ... mais comum do que pensávamos hein !?
Durante nossas férias no Brasil, em Dez/11, fomos ao pediatra do Chicletinho que disse que ele terá que fazer a cirurgia mas que podemos esperar
Como ele faz 4 anos em junho acho que vamos fazer a cirurgia em dezembro/12, antes dele completar 5 anos.
Por outro lado, meu sobrinho - hoje com 15 anos - viu sua pelinha se soltar naturalmente com 5 anos ...
Então a nossa decisão será essa, se esse ano não mudar nada faremos a cirurgia.
bjo
Li
londrescomfilhos.blogspot.com

Mãe de Duas disse...

Infelizmente não posso te ajudar, mas estou curiosa pra saber da novidade! Página curtida!
Beijos
Pri

Daise disse...

Camila, acho que podes ficar tranquila.
A pomada não é Postec?
Tenho um enteado de quase 11 anos. Meu marido contou que ele usou essa pomada quando era menorzinho e tudo se resolveu MUITO rápida e tranquilamente.
Meu enteado mais novo (5 e meio) vai começar a usar essa pomadinha agora também, mas achamos que tudo correrá bem como foi com o irmão dele.
Vai dar tudo certo por aí também. ;)
Beijo,

Roberta "Mimi" disse...

Oi Camila,
fizemos a circuncição no nosso filhote quando ele tinha 20 dias de vida, por recomendação do pediatra; não que ele tivesse algum problema, mas o pediatra explicou os benefícios futuros desse tipo de procedimento. Foi feito em casa por um médico judeu, e foi tranquilíssimo.
Tenho uma amiga que fez no filho quando ele tinha 1 ano, e foi preciso ser em hospital, etc, etc. Foi tranquilo o procedimento, mas o segredo parece que está no pós operatório, dar medicação correta, cuidados específicos, etc.
Tenho certeza que você estará bem assistida pela equipe médica, e dará tudo certo com seus meninos.
Beijo e bom feriadão,
Rô "Mimi", mãe dos gêmeos Rute e Miguel

Roberta "Mimi" disse...

Complementando: se precisar, te passo o nome do médico que fez a circuncisão no Miguel. Bj...

Pati Araujo disse...

Olá Camila!
Eu tenho um menino de 4 anos, o Cauã, e a pelinha dele ainda não terminou de desgrudar, já fui em 2 cirurgiões e todos dizem que a operação é escolha dos pais, pois a pele pode se soltar até os 7 anos, fora isso ele tb tem muita pele, mas todos explicaram a mesma coisa, se tivermos bastante higiêne não tem problema, aqui em casa opitamos por não operar sem a necessidade, hoje sei que esta tudo diferente, mas antigamente estas operações eram muito dolorosas para as crianças, pomadas já passei umas 3 ou 4 mas nenhuma funcionou, mas todos os dias fazemos os exercicios, como chamamos aqui em casa, ele mesmo já sabe, e faz toda vez que faz xixi, e achoq ue pouco a pouco esta descolando. Bom vamos ver, eu prefiro que não opere, mas se for o caso tudo corre bem, minha pequena quando tinha 1 aninho operou de uma hernia e na mesma hora que saiu do centro cirurgico estava escalando a maca...kkk...meu marido fez a mesma cirurgia e ficou 30 dias de cama....kkkkk
Mas fimose não é coisa do outro mundo não, relaxa que dá tudo certinho!
Beijinhos pra todos!
Pati

Ilana disse...

Camila,
O Rapha fez por motivos religiosos aos 8 dias de vida, e foi super tranquilo. Na hora usou analgésico local, e depois uma pomadinha para cicatrizar por uma semana. E só. Ficou perfeito, e eu acho ótimo, pois ele nunca mais terá essa preocupação na vida (e nem eu fico paranóica com a higiene do pipi dele. Lavo com água e sabão no banho como o resto do corpo e acabou).
Bjos

Beatriz Zogaib disse...

Querida Camila, espero que leia meu comentário antes de levá-los ao cirurgião. A pomada funciona sim, desde que você vá abaixando a tal pele aos poucos, todos os dias, sem esquecer um sequer! Eu escrevi sobre isso há um tempo. Leia lá. Tem bastate detalhe. (http://maedacabecaaospes.com.br/?p=91)
Com o meu homenzinho deu certo e, com certeza, com os seus pode dar.
Boa sorte, e depois me conta.
beijos
Beatriz
www.maedacabecaaospes.com.br

Renata Senlle disse...

Olha...essa é uma questão nova pra mim tb que venho de uma família só de mulheres...
A pediatra pede para puxarmos devagar, todos os dias no banho. Mesmo assim, ela pediu pra procurarmos um cirurgião pediátrico para avaliar a necessidade de cirurgia. Faríamos junto com a cirurgia da hérnia umbilical. Todo mundo me diz que é super simples, demora uns 40minutos, mas tem anestesia geral. E que é mais fácil fazer em bebês de um ano, no verão, pra eles ficarem só de fraldinha ou até pelados mesmo, e enquanto não andam, pra agilizar o pós-operatório. Ou no verão, coincidindo com o momento do desfralde, pra eles ficarem com as partes à vontade! rsrsrs
Eu passei no médico, que indicou fazer no final do ano passado. Mas eu não estava 100% segura da necessidade imediata deste procedimento. E como a pediatra dele disse que a pelinha já está bem solta , achei melhor esperar mais um ano. Ela só reforça sempre para lavarmos bem, puxando para ficar bem limpinho.
E no final do ano, se houver necessidade, opero. No fim, o problema todo acho que é o fato de não conhecermos a anatomia deles como conhecemos a nossa. Como saber o que é puxar na medida exata, sem machucar? Como é que sabemos se está realmente solta?
Difícil mesmo! Vou acompanhar os comentários pra saber mais!
bj
Rê Senlle
http://umavidamaisordinaria.blogspot.com

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs