terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

A praia e a democracia

Passar quinze dias de férias na praia com os meus filhos chegou a ser uma experiência sociológica! (E vocês acham que a maternidade é só peito, cocô e leite?).

A verdade é que na idade em que eles estão, mesmo que não nadem sozinhos ainda, dá para colocar as bóias e liberar a galera para brincar no rasinho. A gente abre a cadeira de praia, finca o guarda-sol, estende a canga na areia a poucos metros e fica lá, torrando no sol e observando o que se passa. ( Legal seria abrir uma Caras e devorar do começo a fim, mas é melhor ficar de olho na criançada, já que intervenções são comuns a cada 2 ou 3 minutos. Mas tudo bem, importante mesmo é que o sol continua agindo por cima do bronzeador!).

Eles fizeram um ou mais amigos novos por dia e ficavam felizes por reencontrar os amiguinhos dos dias anteriores. Se encantaram pelas habilidades das crianças mais velhas e se renderam às fofuras dos mais novos. Compartilharam e pegaram emprestadas milhares de pazinhas, baldinhos e outros brinquedos de praia. Exibiram os siris que caçaram e babaram nos peixinhos que uma menina capturou em um balde. Atacaram pacotes de bolachas alheios e reuniram a "gangue" em volta do sorveteiro na mais espontânea expressão de um simples desejo: "queremos picolé!".

Para mim, como mãe, também foi interessante do ponto de vista de conhecer e conversar com outras mães. É claro que isso pode acontecer em um parquinho, em uma pracinha, na escola, na blogosfera, no Twitter e nos grupos específicos do Facebook, mas na praia é definitivamente diferente. Não sei a explicação sociológica da questão, nem sei se existe uma explicação, eu tenho uma idéias meio viajantes, que só falo para o meu travesseiro, mas que é fato, é!

Turma de praia de mães, bebês e crianças é bem legal.

Quem tem?

Quem explica?



Compartilhar

6 comentários:

Carol Garcia disse...

Ainda não tenho uma turminha de praia, camilitcha... mas pretendo ter em breve.

tinha a minha na infância e na adolescência e curti muito.

agora, turma de mães, em qqer lugar é bom demais, não?

bjocas

Dayane Cavalcante disse...

Turma de praia é meio difícil para que mora a quilômetros dela...já fomos com o Levi na praia e realmente é delicioso essa interação!

Juliana Ramos disse...

Como eu moro na praia, a turma da praia é a turma da vida.
Mas é muito bom ter várias turmas em vários lugares diferentes!!!

Beijo

Loja Primeira Idade gestante e bebê disse...

Eu adorava sentar na cadeira bem no razinho do mar e ficar com minhas filhas..o tempo passou e já são adultas..mas é gosotso do mesmo jeito..
Abraços
Ana

Muito Criança disse...

Cá toda vez que pinta um feriado todos pensam no que?
Ir para praia!!!
Tá no sangue do brasileiro!!
Por isso tudo que rola por lá, desde a nossa infância é mais legal mesmo. Só que agora é vc e sua turminha. Ou seja sempre ir para praia será inesquecível.
Beijocas. Vc conseguiu assistir o programa de domingo?

Celi disse...

É mesmo uma delícia turma de praia. Sempre tive não como mãe, mesmo porque agora só se for turma da neve...rs
Mas sempre tive como caiçara, de curtir as férias com as amigas, ficar na casa dela com os pais e tudo mais.
Vale muito a pena. Deixam marcas e lindas lembranças.
Vivam intensamente isso!
Beijos

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs