segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Hello Kitty: a versão telefônica

A Manu ganhou da bisavó de presente de aniversário de 4 anos um aparelho telefônico. Não era um celular, era um telefone mesmo. Obviamente, quis instalar na mesma hora e, para o meu tempo de reflexão sobre o assunto, descobri que não havia ponto de extensão de linha telefônica no quarto dela e pude avaliar um pouco se a mocinha deveria ou não ter um telefone no quarto com apenas 4 anos.

Mas o tal do telefone é uma Hello Kitty gigante, todo cor de rosa, que pisca umas luzes quando alguém telefona, algo realmente alucinógeno e que qualquer menina dessa idade insistiria o dia inteiro para tê-lo funcionando devidamente em seu quarto. E, pensei também, ela tem muito mais familiaridade com Iphones e Ipads do que eu, então, um telefone?? Toda essa criese? Jura?

Acho que foi no dia seguinte mesmo que o eletricista veio aqui em casa (afinal, eu o chamei, né?!), puxou um ponto de telefone e, voilà! Manuela já poderia fazer as suas tão importantes ligações.

Todos os dias de manhã era a mesma coisa:

- Mamãe, pra quem que eu posso telefonar hoje?

Então, ela escolhia um dos seus muitos queridos, ligava e batia um papão.

Daí, percebi que, apesar de ser muito cedo para ter um telefone no quarto, ele adquiriu uma função bem interessante. Em primeiro lugar, os queridos escolhidos ficavam extremamente felizes e surpresos quando recebiam uma ligação fofa e animada da Manu! Era realmente uma alegria para quem estava do outro lado da linha. Em segundo lugar, fizemos um treinamento matemático super espontâneo, sem pressão, disciplina, decoreba ou fórmula. Funcionava de um jeito bem simples: a Manu escolhia para quem queria telefonar, eu ditava os números, ela identificava no teclado, discava sozinha, de quebra e sem nem perceber, estudou um montão de matemática! Treinou pra caramba o reconhecimento dos numerais e já distingue direitinho o número “6” do “9” e o “1” do “7”, aqueles que, graficamente, são semelhantes.

No fim, a Hello Kitty gigante e alucinógena valeu a pena. Agora providenciamos uma agenda telefônica com os contatos mais importantes. Como a Manu ainda não lê, providenciei as fotos dos contatos, colei uma a uma e escrevi os respectivos números embaixo. Assim, ela vê a foto do querido escolhido para telefonar, lê os números (isso ela já sabe!) e disca sozinha!

Se você é uma mãe como eu, que se rendeu a uma exigência um pedido do seu filho, tente, pelo menos, tirar proveito e aprendizado da situação. Boa sorte e muito cuidado com a conta telefônica, ok?



Compartilhar

10 comentários:

Carol Garcia disse...

kkk...
mães e crises são quase amesma coisa...

e um viva pro telefone da hello kitona!

bjocas e ótima semana

Milene disse...

Preciso contar um segredo: eu ligava tanto, mas tanto, para o Bozo, que minha mãe precisou por um cadeado no telefone.
#prontofalei e não conta pra ninguém!

E olha que nem precisou de um aparelho modernoso de Hello Kitty!

A única coisa que aprendi, foi memorizar o 236-0873 pro resto da vida!

Jokas da Mi

Ísis Rocha disse...

Ai que linda!!!

Bom demais essas surpresas do dia a dia, né?

Queria ver a Manu com a agendinha na mão e os dedinhos no telefone! :))

Priscila Nascimento disse...

Com moderação sempre vale a pena.

bjo!

Passa lá: maededudu.blogspot.com

Gabi disse...

Acho uma graça e olha, a Carol até hj, o telefone toca, toca e ela nem tchum, não atende! Fico louca, porque quando ela quer ligar, ela sabe o telefone da casa da vó, mas para atender um telefonema? Nem a pau! Já ensina a Manuzinha a atender o telefone também! Ehehhehe...
Beijos
Gabi

Ronize Aline disse...

Adorei! É isso mesmo. Às vezes o que à primeira vista parece algo fora de propósito, se for bem trabalhado pode trazer ótimos ganhos, servir de aprendizado, experiência, diversão, ou seja, crescimento. Beijocas
Ronize Aline
odonodalua.ronizealine.eti.br

Muito Criança disse...

AI Cá que coisa mais querida.
Como as crianças hoje em dia se interessam por N coisas, que passava muito longe da nossa infância....rs...rs...
Fofa demais!

Bianca disse...

Ai eu amei, imagino que esse telefone deve ser bárbaro e vc fez muito bem, juntou o lúdico ao útil (?), tudo de bom!
beijo e boa semana
Bianca

Mariana - viciados em colo disse...

pois eu tive que colocar na rotina de alice que ela ligasse para as avós e para as bisas e ela finge que esquece, talvez essa hello kitty me ajudasse, né?

já arthur não pode ouvir o telefone que corre para atender... adora! vai entender!

beijoca
mari

viciadosemcolo.blogspot.com

Karen disse...

Adorei a ideia do telefone! Miha filha também é apaixonada pela Hello Kitty e logo, logo vai fazer aniversário. Acho que vou dar a dica de presente pra minha mãe (que iria se deliciar em receber ligações da netinha que mora longe...). Sabe onde podemos achar o aparelho?

Beijo,
Karen
http://multiplicado-por-dois.blogspot.com/

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs