terça-feira, 13 de setembro de 2011

A infância da mãe

Maridinho é o contador de histórias oficial aqui de casa. Ele é o resposável pelas histórias lidas e relidas dos livros, ou pelas histórias fantásticas inventadas. A função é toda dele. É só chegar em casa e as crianças já vão pedindo para que ele conte uma história. Pode ser na nossa cama, no quarto dos meninos, com ou sem livro, é uma graça de ver.

A minha função, por outro lado, é contar histórias da vida real. Do mesmo jeito que conto aqui os "causos" dos meus filhos, conto para eles os "causos" deles próprios de quando eram bebês, como falavam de um jeitinho engraçado as palavrinhas que estavam aprendendo, as artes todas, eles adoram!

Mas o que curtem mesmo são as histórias da nossa infância. Não só da minha, mas do maridinho, dos tios e tias, até dos avós! E lá fico eu remexendo a minha memória atrás de histórias interessantes e verdadeiras....

Algumas já são preferidas e eles me pedem para contar zilhões de vezes seguidas, me divirto!

Hoje, fui levar a Manu na casa de um amiguinho de manhã e daí engatamos numa conversa que me deixou admirada. Pois a menina começou a me "interrogar", ou a me "entrevistar" sobre como havia sido a minha infância. Ela queria saber se eu também ia na casa dos amigos, o que fazia, do que brincava, se podia dormir, quem eram os meus melhores amigos, de quem eu mais ia na casa, com que idade, um monte de perguntas!

Batemos um papão, conversa elaborada, de gente grande e madura. Realmente me emocionei com o interesse e a curiosidade da minha filha pela minha infância.... E também por me fazer relembrar momentos importantes e pessoas tão queridas.

Obrigada por mais essa, Manu linda!

Compartilhar

13 comentários:

Ana Campos disse...

Ai que delícia, não vejo a hora de papear com a Sofia também...muito bom...
Parabéns pelo Mamatraca...adorei!

bj

Rose Misceno disse...

É uma delícia mesmo relembrar momentos da infância!!! Ainda mais quando o interesse parte de um serzinho que está vivendo esse momento!
Minha filha ainda é muito pequena pra batermos esse papo! Mas eu e maridão sempre contamos algo sobre nossa infância e às vezes rimos, outras vezes choramos...mas reviver as lembranças traz cumplicidade, no nosso caso, entre o casal e no seu caso entre mãe e filha!! E isso não tem preço!!!
Agora não sei se contaria pra minha filhas as coisas que já aprontei!! rsrs

Beijão.

=)

Karin :: Mamãe e Cia disse...

Que gostoso Camila... eles fazem a gente lembrar de umas coisas que muitas vezes ficam adormecidas dentro de nós... chega até despertar um pouco de saudades, não é mesmo?

Beijos e otimo dia!

Karin
www.mamaeecia.com.br

Milene disse...

Cá (olha a intimidade...)
Ainda me lembro de qdo pedia p meu pais, meus tios, meus avós repetirem e repetirem os causos.
Hj sou eu quem conta os causos para as sobrinhas.
E sou contadora de histórias tb!
Não vejo a hora do menino pedir p eu contar as coisas!
Acho q é isso o q chamam de hereditariedade.
Jokas da Mi @diiirce (pessoa canceriana q vive de nostalgia!)

Bianca disse...

Camila, é muito gostoso mesmo essa fase!! O meu morre de rir com uma história que eu conto que nem é tão engraçada assim, rs!!
beijos e Parabéns pela novo projeto, tá super lindo!

Fabi disse...

Esses papos com os nossos filhos são únicos!! A minha também adora ouvir história e questionar sobre a minha história :) Eu adoro, né e em muitas vezes as lágrimas rolam de saudades... Beijos e saudades de vc tb, Camilitcha :)

Say I Do disse...

Aiii que fofa!
ate me emocionei!!
bjss

Estúdio Gestare disse...

Belo texto. Bela história.

Ana Carolina disse...

eu a-do-ra-va quando minha vó me contava as histórias de quando ela era criança, no sítio. eu achava o máximo tudo o que eles faziam, como brincavam, quase todos os dias pedia pra ela me contar. tinha ainda uma historinha chamada A Agulha que Caiu no Poço, também contada pela minha vó que, com certeza, contarei para os meus filhos também.
Beijo

Renata disse...

Que delícia! A maternidade, conforme eu digo no meu blog, me surpreende e felicita com o novo constantemente. Se puder, faça uma visita. Será um prazer saber a sua opinião também. Beijos!

Celi disse...

Uma delícia mesmo! Quem diria, não é mesmo? Bater papo assim com a filha. Uma maravilha e um momento cheio de magia.
Camila, obrigada pelo carinho. Viu só... agora também terei três filhos...rs
Ah, uma perguntinha: ontem tentei virar seguidora do mamatraca, mas não sei se deu certo. Será?
Beijos

Renata disse...

Ai como é gostoso bater papo com esses pequenos!!! :-)

Di disse...

estou te devendo nossas fotos de infancia camila! Desculpe, acabei esquecendo... mas vou providenciar, assim voce pode ilustrar um pouco mais esses momentos tão preciosos com sua pequena.
mas ai vai um quizz, rs Lembra do quintal la de casa, com aquela amoreira enorme?
bjs!

 
Licença Creative Commons
O trabalho Mamãe Tá Ocupada!!! foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.mamaetaocupada.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em www.mamaetaocupada.com.br. Paperblog :Os melhores artigos dos blogs